Previdência Privada

seguros-de-pessoasCom o prolongamento da vida, pela medicina, a previdência privada passou a ter importância vital para nossas vidas. O Estado já não conseguirá mais prover uma aposentadoria por um período tão longo como o que se avizinha para nossa terceira idade. Assim, um planejamento financeiro eficiente, para aquele que é o maior período da vida – a velhice -, é de fundamental importância para a sobrevivência. Através da Previdência Privada, o beneficiário tem condições de garantir uma renda razoável, determinada por ele, ao fim de sua carreira profissional.

PLANOS DE PREVIDÊNCIA

O plano de previdência é um investimento de longo prazo: quanto maior o volume investido, maior será a renda mensal. Existem vários tipos de planos que seguem algumas diferenças relativas à rentabilidade e a tributação. Antes de escolher um plano, é importante fazer algumas perguntas:

  • Qual a sua faixa etária?
  • Qual a sua faixa de renda?
  • Declara imposto de renda no modelo completo ou simplificado?
  • Qual o seu estado civil?Tem filhos?
  • Já possui plano de previdência? Seria um plano de complementação?
  • Possui outras aplicações?

PGBL – Plano Gerador de Benefício Livre: o valor aportado, periodicamente pelo cliente, é aplicado no FIC (Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Especialmente Constituídos) e vai rendendo ao longo do tempo, formando uma reserva. Ao chegar na idade escolhida pelo cliente para se aposentar, ele poderá optar por receber sua renda em uma única parcela, em quantias mensais ou renda vitalícia. Esta modalidade de plano é indicada para as pessoas que realizam a declaração do imposto de renda através do formulário completo, já que é possível deduzir o valor das contribuições realizadas ao plano da base de cálculo do Imposto de Renda, até o limite de 12% da renda bruta anual (desde que o cliente também contribua para a Previdência Social – INSS ou regime próprio).

VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre:

foi desenvolvido com base no PGBL. Contudo, é um seguro de vida que garante cobertura em caso de sobrevivência, funcionando como um plano de previdência. O valor aplicado pelo cliente, também é colocado no FIC (Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento Especialmente Constituídos) e o dinheiro vai rendendo ao longo do tempo e formando a reserva. A grande diferença do VGBL para o PGBL está no tratamento fiscal conferido a cada um deles. Enquanto no PGBL há incidência de imposto de renda sobre o total resgatado ou recebido como renda, no VGBL a tributação incide somente sobre o ganho das aplicações financeiras, ou seja, o rendimento do plano.

Portanto, o VGBL é mais indicado para quem faz declaração simplificada ou não é tributado na fonte, como os autônomos.

PRGP – Plano com Remuneração Garantida e Performance: este plano oferece garantia de rentabilidade baseada em índice de preços mais uma taxa de juros reais ao ano estabelecidos na contratação. Possui ainda uma distribuição de um percentual em torno de 50% dos excedentes financeiros conseguidos na aplicação do plano. Esta modalidade de Previdência não é encontrada com muita facilidade em função da garantia de rentabilidade. Este plano é indicado para qualquer faixa de renda, porem é importante apenas observar o regime tributário, progressivo ou regressivo.

Finanças Pessoais | Seguros | Previdência Privada | Sucessão Familiar